Home

  • Querido Fracasso
    Depois de todos me abandonarem só sobrou você, querido fracasso. Depois que fizeram todos meus sonhos se calarem, lá estava você assistindo […]
  • 63. Heroína Insana
    A criança pediu apavorada para ela achar uma boa escapatória. Se se afastavam de tudo, o mesmo se dava com a erma […]
  • 62. Virando o Jogo
    A contagem era para bombas, e ela ativara uma que já, já cairia. Esperava proteção da seda e que por voar no […]
  • Em Tranquilo Desespero
    Saiba que estou em tranquilo desespero. Na sua frente tremo, sofro e finjo que acredito, mas meus ouvidos estão surdos para seu […]
  • Névoa
    Não deixe que a dúvida vire uma névoa, apagando em neblina sua verdade interior. Nem se torne uma águia cega que não […]
  • Quero Sumir
    Toda vez que vejo essas notícias para longe quero sumir. Cadê os contos de fadas que eu lia antes de dormir? Me […]
  • Estreito
    Nada é pior do que o pensamento estreito daquelas mentes que suas próprias asas aleijaram, e que ainda se orgulham de viverem […]
  • Nossa Cruz
    Todos sabemos o peso de nossa cruz. Mas cabe a cada um se aguenta carregar mais quilos; se suporta o prego da […]
  • 61. Sem Medo de se Arriscar
    Luniel manteve ideias que Lapilli temia e pediu para que sem dó a prendessem em míssil para testar se um dicurense virasse […]
  • 60. Fingindo Ser Igual aos Outros
    Com satisfação, assistiu às sedas nos circuitos causando panes e picando mapas selenográficos com seus ademanes. Apesar de querer ser fiel à […]
  • Individualidade
    Perca o que for nesta vida menos sua individualidade. Não pense que um bando vai te proteger, quando a vida com suas […]
  • Paixão pelas Sombras
    Se é pecado esta paixão pelas sombras de seus olhos, prefiro viver em heresia do que na prisão de uma vida de […]
  • Corra!
    Corra o mais rápido possível, o quanto você puder suportar, e mesmo que o desejo de parar seja irresistível, use suas péssimas […]
  • Não Olhe
    Por favor, não olhe para mim. Não quero que você veja essas feridas que tento esconder debaixo de glamour e cetim, e […]
  • Queime a Lenha
    Queime a lenha que está na lareira de sua alma. Nunca pense que você não tem o suficiente. Quando o cheiro doce […]
  • 59. Oportunidade Prazerosa
    Deduziu que os radares de Dicuro faziam um diagnóstico sobre mudanças críticas e irritou-se com o estudo pernóstico, pois o rei ganancioso […]
  • 58. O Mal e Suas Inúmeras Táticas
    O rei determinara a realização dos testes na costa marítima com recife de lava cristalizada que se assemelhava com a vítima, e […]
  • Presente Inesperado
    Há momentos que são como um presente inesperado. Geralmente eles vêm disfarçados de medo, todavia, aí é que está um importante segredo […]
  • À Procura
    A vida não é um departamento de achados e perdidos, mas o que mais vejo é gente à procura. Só que nem […]
  • Loucura Lógica
    Que loucura lógica é esta do universoque coloca as estrelas no céu; que cobre as cachoeiras com seu véu, e que deixa […]
  • Alívio
    No meio do sussurro da chuva busco meu alívio, desejando que a água leve os gritos sofridos de minha alma em greve […]
  • Pedras no Caminho
    Quando alguém lhe jogar pedras no caminho, não brigue; não reclame; nem chore pela ferida. Pegue cada uma com amor e com […]
  • Poço sem Fundo
    Muitos são como um poço sem fundo: vazios, incompletos, pura escuridão. E quando possuem alguma água, já é líquido imundo, contaminado por […]
  • Altas Vibrações
    Por mais que te apaguem, mantenha altas suas vibrações. Não deixe que a escuridão engula seu coração, nem permita que o caos […]
  • Fora dos Padrões
    Sempre percebi que era fora dos padrões, que havia algo de muito errado em mim. Constantemente me devorava uma dor sem fim, […]
  • 57. Fim Programado
    A lava também era tijolo, e o metal líquido das profundezas era empregado em aparelhos brilhantes e de extremas belezas. Mas isso […]
  • 56. Abusando da Sorte
    Equilibrou-se na chapa com as instalações e mirou curiosa salas, equipamentos, radares, lançadores e bomba poderosa: um centro bélico de Dicuro vazio […]
  • Bloqueio
    Como no vôlei a vida adora nos fazer bloqueio, impedindo muitas vezes que passemos por cima de sua rede; tentando segurar por […]
  • Cara de Pau
    Para quem tem a ousadia de ser cara de pau, o mundo deixa de ser apenas um arbusto (o lugar onde muitos […]
  • Sem Medo do Amanhã
    Você me faz viver sem medo do amanhã, porque ainda que hoje dê tudo errado, sei que você volta, para devolver-me à […]
  • Faça O que Você Quiser
    Faça o que você quiser enquanto ainda lhe resta tempo. Crie e invente o que na telha lhe der. Ser livre deve […]
  • Bumerangue
    Sou como o bumerangue que jogado ao vento, retorna para de onde saiu: sua raiz, seu sangue, e que não sai do […]
  • 55. Resgate Aflitivo
    Transpor quilômetros de magma e pilares de fumaças deletérias que a um volatiano comum asfixiariam e queimariam artérias, deixando o sangue grosso, […]
  • 54. Salvadora Desconhecida
    Afobados, enquanto uns corriam como baratas sob inseticida, outros giravam roldanas para subir muro de lava endurecida – que só retardaria o […]
  • Missão: Ser Feliz
    Tenha por missão ser feliz que todo trabalho se tornará leve como uma pena; todo local, o paraíso com a mais bela […]
  • Essência
    Deixe que levem tudo menos sua essência, pois mesmo que os ventos para longe te carreguem, destruindo seus pertences sem nem deixar […]
  • Lados Opostos
    Parecia que vivíamos em lados opostos, embora logo vira que era de uma mesma equação. Mas para concluir isso tive que abandonar […]
  • Casa Nova
    Quando comprei essa casa nova, eu queria apenas mudar de vida. Pensava que mudar de endereço serviria como prova de que eu […]
  • Segunda Tela
    Quando meu HD mental está cheio abro uma segunda tela. Assim não importa onde meu hardware esteja, não me atingem nem falha […]
  • 53. Ética e Determinação
    O garoto se desprendeu e a viu indo longe de buraco estável, questionando-a do porquê de ajudar aquela gente execrável, pois 47% […]
  • 52. Protegendo os Inocentes
    De repente sentiram eletromagnetismo que os apoquentaram. O núcleo acabara de romper a área – o que nunca imaginaram. Ele se dilatava […]
  • Céu Estrelado
    Desde criança quando olhava para o céu estrelado, sonhava em ver não só estrelas, mas toda a galáxia. Qual não foi meu […]
  • Livre Expressão
    Não vai ser sua mordaça que vai calar minha livre expressão. Seus ouvidos estão acostumados com palavras de aço e por isso […]
  • Doçura Amarga
    Em suas mãos virei mel vencido de doçura amarga. Foi você que passou a borracha no sorriso bonito de quem corria em […]
  • Novos Caminhos
    Todo andarilho anseia por novos caminhos e odeia quando encontra pontes queimadas. Como os pássaros precisam para se aconchegar de ninhos, meu […]
  • No Fundo do Porão
    O que você guarda no fundo do porão de sua mente? Será que existem janelas por onde entram a luz, ou é […]
  • 51. Telepatia e Trocas de Ajuda
    Por causa da quietude dela, Lapilli fez barulhos de exacerbação, e, como aprendera no mosteiro, ela usou a Muda Conversação, ensinando-o o […]
  • 50. O Medalhão que Traz Lembranças
    Depois Lapilli indicou para Luniel algo no chão: um medalhão. A moça o abriu e tirou cautelosa desenho com cores a milhão. […]
  • Hora de Ir Embora
    Será que já chegou sua hora de ir embora? De dizer adeus para tudo o que a gente viveu? Será que nada […]
  • De Lagarta à Borboleta
    Se comparar meu ontem com meu hoje, fui do inferno ao céu; de lagarta à borboleta. Um século em uma década (já […]
  • Corda Bamba
    Vou andando em corda bamba, com passos tímidos… mais perto do fim? Querendo que da queda me salve um serafim. Esperando aplauso […]
  • Esconderijo Perfeito
    Já corri muito atrás de meu esconderijo perfeito, já mergulhei e procurei entre os corais, já atravessei desertos, montes nevados com ar […]
  • Danos Irreparáveis
    Tal como um vaso frágil, podemos sofrer danos irreparáveis se formos parar em mãos insensíveis e incautas. Depois não vai haver cola, […]
  • 49. Primeiro Combate
    Tinham selo real e pareciam britadeiras com rodas; e em sete os aterrorizavam, mas Luniel pôs Lapilli, já uma marionete mole de […]
  • 48. Aproveitando as Circunstâncias
    O da direita abaixado, não seria ferido, mas o da mão esquerda simbolizava a punição de cortá-lo mais fino que uma cerda. […]
  • Veneno
    Há muitas serpentes com seu veneno sempre à espreita em nosso caminho. Mal sabem elas, que quanto mais mal desejam, mais pequeno […]
  • Crédito
    Temos que tomar cuidado ao que damos crédito, porque nosso poder de dar importância é nossa maior fortuna. Então não a desperdice […]
  • Em Segurança
    Meu pai sempre me deixava em segurança quando eu tinha à noite pesadelos, vindo me dizer que eram imaginação de uma criança, […]
  • Impulsividade
    Eu sou a mais pura impulsividade: amo fazer o que me dá na telha; correr sem motivo pela cidade, brilhar cada dia […]
  • Condenação
    Não me venha com suas condenações, tentando me prender em seus jogos de culpa. Sou a águia que rompe as grades de […]
  • 47. Inteligência ou Audácia?
    Com saudade desde a primeira semana do rapto e sem os pais que ficaram em casa (cheios de culpa por mandá-lo aos […]
  • 46. Enfrentando a Morte
    Então após entrar na lava, avistou uma tubulação e mergulhou, nadando rápido para ganhar distância e do feito se orgulhou. Mas angustiou-se […]
  • Teimosia
    Não deixe morrer sua teimosia de continuar mesmo quando ninguém mais acredita; mesmo quando a preguiça bate mais um dia, e mesmo […]
  • Foco Certo!
    Mantenha seu foco certo, tal como o labrador que continua farejando mesmo no mato, na chuva, e que seu alvo não esteja […]
  • Cara Fechada
    Não sei como você consegue ficar de cara fechada, com todo esse sol que faz hoje, e mesmo que tenha chovido e […]
  • Peteca
    A vida não deixa de ser um jogo de peteca: não importa se as coisas dão errado, ou se a intensidade nos […]
  • Reflexo
    Todos nós temos um espelho com especial reflexo. Ele tem o poder de projetar para fora o que guardamos por dentro; então […]
  • 45. Esperança contra Forças Opressoras
    Os dicurenses fizeram a coleta, pois continuariam a desforra. Já Solato sabia que o calor faria os volatianos terem modorra portanto, cada […]
  • 44. Ganância sem Limites
    Dicurenses sempre exploraram e produziram para vida belicosa, então cruzaram o espaço por pedras em perscrutação custosa e infértil, no entanto, não […]
  • Muito mais Longe
    Mesmo se a canseira bater, muito mais longe você poderá ir se concentrar-se no passo de cada dia, sabendo não mais destruir, […]
  • Entusiasmo
    Nunca se esqueça de manter vivo seu entusiasmo por mais que suas noites sejam frias e escuras e seus dias cinzentos, com […]
  • Vitrine
    Não pense que é tão pequeno, que seu viver não pode ser vitrine, pois todos podemos inspirar alguém, e como estrelas, todos […]
  • Extremos
    Enquanto você prefere a média, eu amo os extremos: não gosto de coisas meia boca, feitas pela metade. Comigo é 8 ou […]
  • Incômodos
    Há incômodos que são como elefantes em disparada: fazem muito barulho, mas logo se vão. Outros são persistentes, nos deixando com a […]
  • 43. Informações de Valor
    Pôs uma trouxa nas costas para ir despercebido se movendo por toda a área fedendo de sabão em pó, que ia se […]
  • 42. Conhecendo o Alvo
    Lapilli pediu para ela sentar-se e gesticulou a fuga fantástica dançando, só que de cômico nada tinha sua história drástica desde que […]
  • Desafio
    Não fuja de seus desafios nem olhe para o final de sua prova já achando que vai perder – estômago com calafrios. […]
  • Liberdade Longínqua
    Longínqua lhe era a liberdade, quando olhava para suas asas amarradas. Grilhões lhe machucando os pés, mãos ensanguentadas. Paz só ao fechar […]
  • Machucada
    Com sua alma machucada, ela já não sabia mais o que fazer nem mais tinha o porquê temer, pois o tudo era […]
  • Lago Negro
    Poucos têm a coragem de mergulhar no lago negro que em sua própria mente jaz íntegro, temendo os fantasmas que estão ali […]
  • Poluição
    Uma venenosa poluição nos permeia, e chega a ser pior do que a do meio ambiente:é quando nossa mente está sufocada e […]
  • 41. Palavras Mudas e Estrondosas
    Envergonhado, quis se desculpar, mas à sua língua cortaram para calá-lo, só tendo um toquinho e a parte extraída fritaram, comendo na […]
  • 40. Sentindo-se em Casa em um Lugar Estranho
    Animou-se com o garoto da sua outra espécie que se debatia, e ao se desenrolar, bateu nela para fugir e fez da […]
  • Paradigma Quebrado
    Não podemos deixar o grito da revolução morrer nem aceitar ficarmos de braços cruzados, enquanto o topo quer ver nosso sonho desvanecer […]
  • Estante Cheia
    Quando você sentir que sua estante está cheia não tente enfiar mais uma ideia em espaços em quais não cabe nem areia, […]
  • Nobreza
    Quando você sentir que não tem nobreza porque não possui tanto tesouro físico, lembre-se que mais vale o extrafísico: aquele baú que […]
  • Conexão OK
    Minha conexão OK não está e tenho me sentido como um HD velho e todo corrompido:não consigo acessar mais minha memóriasem sentir […]
  • Nômade
    Certo está o nômade que mais do que viajar pelo mundo, também sabe visitar de sua alma o fundo sem temer a […]
  • 39. A Criança da Escuridão
    O chão tremia, porém, os canos firmes e em altos números sugavam os jatos para gerar eletricidade, e só toques inúmeros de […]
  • 38. Pisando em Terras Inimigas
    Os incômodos cessaram, e reparou no ar cor de marfim que inalava por duas cavidades – não seu nariz de querubim, já […]
  • Sem Medo de Crescer
    Como viver sem medo de crescer? Quando somos crianças nossas maiores esperanças é de sermos adultos e para o mundo aparecer. Mas […]
  • Arco-Íris
    Entre olhar a escuridão e a luz escolha o que dará para sua vida arco-íris de cores tão profundas e alegria que […]
  • Fugindo de Si
    Muitos vivem em frenética fuga. Passam na frente do espelho sem se olhar para não ver lágrima que não se enxuga de […]
  • Trabalho
    Apesar de o trabalho que fazemos externo ser muito importante, para podermos seguir adiante também precisamos de um trabalho interno. São nossas […]
  • A Vítima
    Somos o carrasco ou a vítima assumida ao vermos que estamos todos sujeitos e temos para jogar só dois jeitos no diário […]
  • 37. Em Combustão
    No chão de lava dura, vermelha e dourada piorou do seu mal com até neurônios chamuscados, devido à sua viagem radical que […]
  • 36. Carregando Mundos nas Costas
    A poção era prenda do seu pai à ida de Onire ao sol possibilitar. Contudo, ele morreu antes de ela poder bebê-la […]
  • De Outro Mundo
    Nosso amor até parece de outro mundo: sentimento tão intenso, mágico e sublime. Promessas virando realidade com beijo profundo. Amar assim não […]
  • Velhas Poeiras
    Nossos pensamentos podem estar cheios de velhas poeiras; de memórias acumuladas em caixas de sentimentos que nos pesam e são para nós […]
  • Para Ontem
    Te quero para ontem. Não me venha com promessa. Sem você só o vazio vem. Por isso eu tenho muita pressa. Nem […]

janeiro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

amor autoajuda autoconhecimento autoragigipormei casal casal apaixonado conto desejo fantasia fantasiacientífica ficção científica filosofia de vida guerraespacial hot liberdade lua magia mindset motivacional motivação outrosmundos paixão poema poemadark poema de amor poema de motivação poemademotivação poema erótico poema romântico poesia poesiadark poesiadeamor poesia de amor poesia erótica poesia romântica princesa reflexão rei resgate romance sol superação tesão viagem zerotohero