Dois Foguetes

Você é o único que me tira da órbita,

que me faz cometer desatinos,

que me desalinha e que de todos meus planos me exorbita.

Mas quando olho para as estrelas à noite,

sinto que lá estão escritos nossos destinos

ainda que nossa distância seja meu açoite.

Você é o único que me deixa tão leve

que até a gravidade me eleva.

E eu sei que somos como dois foguetes

quando lhe peço aquele beijo que me enleve,

que me tira dessa treva,

e que abra dos nossos corações todos os loquetes.

Deixe uma resposta