Um Veleiro no Deserto

Há momentos em que nos sentimos como um veleiro
no deserto tamanho é nosso interno paroleiro
cheios de críticas contra nós mesmos, parecendo insetos
que nos envenenam e nos fazem ir por caminhos incertos.

E só é tão grande assim esse nosso deserto interior,
porque deixamos que o medo fosse superior
ao nossos sonhos e vontade própria.
E sem percebermos, entramos numa vida imprópria.

Mas quando houver mais terra do que água sob sua embarcação,
é apenas um sinal de que você precisa abrir seu coração
para as infinitas possibilidades da vida
e seu veleiro não vai mais ficar numa singradura tão sofrida.

Deixe uma resposta