Ave Fênix

Levei muito tempo para me curar
muitos anos para conseguir me desculpar.
Foi difícil para de remoer em minha mente:
“Por que eu fui tão tola e inconsequente?”

Nem todo amor presta.
Muitos nos levam a juntar os cacos do que depois de tudo resta.
Aprendi com dor minhas lições.
Mas hoje posso dizer que estou pronta para novas missões.

O que é passado fica no passado.
O que é história deixe para o museu ou no lixo de descartados.
Agora o que me importa é meu presente e futuro.
Nunca mais vou cair em pensamento inseguro.

Antes eu era frágil e esperava algo mágico
que me tirasse de meu cotidiano letárgico.
Mas agora eu sei que pessoas são como o metrô que vem e que vai
e que se eu depositar minha felicidade em outras mãos, ela logo se esvai.

Escolhi me renovar.
Optei por meus talentos desenterrar.
E após atravessar vales muito escuros,
alço voo como uma ave fênix, brilhando nos céus noturnos.

Deixe uma resposta