O Dia em que Ela Ganhou o Mundo

Inúmeras foram de minha vida as frustrações,
mas por nenhum momento eu desisti.
Mesmo chorando, em frente me empurraram minhas reações
e a vontade de ficar só na cama desanimada, eu venci.

Ano após ano continuei firme em cada campeonato
– mais uma noite de treino e não de sono.
Eu sei que de mim o desejo de brilhar é inato
e que meu espírito é mais duro que minha pele de carbono.

Caio na piscina para mais uma disputa.
Dessa vez não importa nada; só minha vitória.
Tantos dias e noites nessa luta;
chegou a minha hora de fazer história.

Vou cada vez mais fundo,
e o pódio já é logo ali.
Hoje é o dia em que eu ganhei o mundo!
Minha persistência me fez ter o que jamais antes vivi.

Deixe uma resposta