A Formiga e o Deus

Fui contratada para trabalhar na sua casa como faxineira
junto com mais duas moças, numa segunda que não me esqueço,
porque desde aquele dia minha vida mudou da tranqueira
para o luxo mais dourado, indo além de tudo que peço.

Mas no princípio era uma moça ingênua, deslumbrada com a cidade,
que tinha crescido num sítio e visto mansões apenas na televisão.
Logo que cheguei, busquei lhe dar o meu melhor em cada atividade,
pois não queria mais aquela vida simplória e era cheia de ambição.

Todo salário eu buscava o máximo economizar
e pude ir realizando meu sonho de pagar pela faculdade de direito.
Mas santo de casa não faz milagre, e sem experiência a sobrar,
caí em seus galanteios, e o malefício estava feito.

Sabia que era errado te desejar, homem casado,
e respeitava sua mulher, senhora médica distinta.
Mas você foi me fazendo achar certo o errado,
e mentia que no seu divórcio só faltava da assinatura dela a tinta.

Você prometeu de ser meu mentor em minha carreira
e isso foi o motivo perfeito para nossos encontros encobrir.
Em suas mãos de tímida passei a aventureira,
honrada por você na minha vida existir.

Sempre me senti apenas uma formiguinha
e me perguntava como que um deus feito você
foi me escolher, e brincava que fui a única a te tirar da linha,
mas logo descobri coisas que talvez eu tenha feito por merecer.

Vi que não era a única de seu harém,
e quando fui contar para sua mulher ela era com tudo conveniente,
porque não queria perder a mansão, carros e vida boa também.
E ainda a traíra me denunciou para você e a demissão se fez presente.

Por sorte já estava formada e me mudei de cidade, entrando em escritório
e decidida a usar todo meu tempo livre para te superar.
Sei que você podia ter enganado a muitas, mas eu faria meu nome notório:
ser mais importante que você minha meta veio a se tornar.

Eu já conhecia perfeitamente meu inimigo
e sabia que você era hábil em seus podres esconder.
Só que você não conhecia o veneno que trago comigo,
e que fez você cair e seu trono perder.

Ganhei causas, mostrei para o que vim
e amei todas as vezes que te venci nos tribunais.
Provei para mim mesma, que meu poder sempre esteve dentro de mim,
mas o melhor foi ver sua derrocada em eventos sensacionais.

Lia os jornais de manhã já sorrindo,
quando estourou o caso das garotas lhe denunciando.
Você nunca mereceu meu amor, e a idolatria por você está se esvaindo
de todos aqueles que estão os olhos para suas mentiras descerrando.

Deixe uma resposta