Emoções Divididas

Já pedi para você parar de me olhar.
Eu já falei que você meu tipo não faz.
Só que você vive a me ligar e a me procurar,
tanto que já não sei mais de resistir ser capaz.

Por vezes contra a parede nos põe a vida,
e agora eu sou por dúvidas atormentada.
Tanto me esforcei para trabalhar fora após ser promovida,
que não tenho tempo para perder apaixonada.

Sento na beira da praia depois de minha corrida matinal,
e apesar da paz lá fora aqui dentro há um furacão;
no lugar do sol vejo céu escuro e glacial,
e sou inundada por um tsunami de confusa emoção.

Nem avisei meu chefe do que estou passando.
Não sei com que cara ele me olharia se eu dividisse
todas as vezes que nos pegamos e madrugadas acabamos virando,
e eu sempre mandando que você não mais insistisse.

É o dia da viagem e não é mais um mar que me separa
de meu sonho, mas você que veio até o aeroporto,
dizendo para não ir e eu falando só “Para! Para!”,
mas meu coração sabe que é no seu beijo que está o seguro porto.

E assim com seu abraço forte,
você enfim vence a batalha que eu não conseguia.
A decisão se consume e transforma minha sorte
que estava em você e não onde eu errada via.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta