9. Quando Amar é Um Crime

Mas o desejo por paz não aliviava Onire que lamuriava,
pois os âmbares no rosto da filha de seu amor a lembrava.
Como era segredo o porquê do ânimo da rainha não dar sinal,
nenhum ser suspeitava que Luniel era a sucessora original
de uma sacerdotisa-rainha que manchara a própria dignidade,
visto que para essa classe, “O amor é uma grave criminalidade
a partir do átimo em que quem tem paixão aos deveres abdica,
e consequentemente à Volata não mais se dedica.”
Esse era o Código da Nova-Maior dos Ministros Crescentes
que cuidavam de infratores e assuntos à realeza pertencentes.

(Continuação do meu eBook: “Sol e Lua: A Profecia dos Corações Carbonizados“. Link: https://gigipormei.com/category/meus-livros/sol-e-lua-a-profecia-dos-coracoes-carbonizados/)

Deixe uma resposta