Chama o Bombeiro!

Já vai ligando para o bombeiro
vir apagar esse fogo todo em meu coração.
Chega a ser quase uma maldição…
É tanta paixão que nem meu corpo aguenta ser hospedeiro.

Quando a gente se junta
é como jogar álcool na fogueira:
duas emoções que brilham tanto até causar cegueira.
Ardor a olhos vistos, que não deixa dúvida ou pergunta.

Me consuma com seus beijos até que eu vire brasa!
Me toque daquele jeito que chega a me queimar!
Derreta essa loucura com sua boca a me beijar!
Sensação misturada com tesão: explosão que vem e me arrasa.

Por Gigi Pormei

2 comentários

Deixe uma resposta