21. Autodescoberta

Apoiada pelas amigas Dim e Téa, evoluiu na empreitada
e nem mais se sentia como uma melancólica aprisionada.
Revivescida, empenhou-se mais nas aulas de telepatias
com os estudantes e também a usou em suas empatias
que envolviam a rainha e o seu inesquecível amigo mago.
A primeira era inacessível, só que com som tal fundo de lago,
notou que com concentração poderia com o segundo dialogar.
Alegre e atordoada, evitou pensar alguma coisa boba ou vulgar,
pois se afeiçoara pelo feiticeiro, mas não julgava bom ele saber.
Falou sobre o sol – que a instigava e queria muito entender.

(Comente e compartilhe meu eBook “Sol e Lua: A Profecia dos Corações Carbonizados” e ajude a divulgar mais a poesia nacional! Ficou na curiosidade? Então continue no Link: https://gigipormei.com/category/meus-livros/sol-e-lua-a-profecia-dos-coracoes-carbonizados/)

Deixe uma resposta