Prego Torto

Tenha a coragem de ser o prego torto que se destaca, pois a honestidade é a força que nos faz
aguentar as marteladas da v
ida.

“Seja honesta consigo mesma” é o lema da águia
que pode ir para onde quiser
sem ter que obedecer a um guia,
a não ser o desejo de seu próprio ser.

Porém, vivo em um mundo que se eu seguir o “Seja honesta
consigo mesma” até parece que estarei cometendo um crime.
Me cansa ter que ser reta e não aresta.
Vontade de deixar para trás aquilo que tanto me oprime.

Mas tudo que posso fazer é ir aceitando
que talvez eu seja apenas uma ovelha negra.
O prego torto que todos vão continuar martelando,
achando que só por causa disso vou me curvar à sua regra.

Só que já vou avisando que vocês estão enganados!
Doeu muito por causa de seus dogmas me abandonar,
e demorou me curar de seus venenos contra mim destilados.
E agora por mim, com toda minha força e fúria, vou lutar.

Por isso estou deixando tudo para trás
porque chega de ficar de joelhos e de me rastejar.
Não vou mais me humilhar ficando de migalhas atrás.
Se ninguém quer meu amor, eu mesma vou me amar.

Por Gigi Pormei

Você sabe como ser uma pessoa mais honesta consigo mesma?

Ultimamente temos lido e ouvido muito na TV e nos jornais sobre Honestidade: honestidade de nossos políticos, honestidade de nossas empresas e suas marcas, honestidade na internet – com um termo um pouco mais elegante “transparência” – e assim por diante.
Mas e quando se trata da gente, será que realmente praticamos a Autohonestidade?
Como seria poder entender melhor nossos próprios sentimentos, livres de definições alheias e apenas buscar nossa própria sinceridade sem medo de mergulhar no mais íntimo de nosso ser e de lá sairmos purificados para uma nova forma de nos ver e de também entender o mundo?
E quais são as vantagens de viver nossa própria Verdade Interior?
Então, deixo essa poesia e lhes convido para pensarmos juntos sobre isso!

Deixe uma resposta