Trabalho

Apesar de o trabalho que fazemos externo
ser muito importante,
para podermos seguir adiante
também precisamos de um trabalho interno.

São nossas prateleiras interiores que temos que organizar,
se queremos ver lá fora uma melhor ordem,
e permitir que nossa lógica e raciocínio acordem
para poderem a nossa vida adequar e consertar.

Não faça só para seu superior um relatório,
mas para si mesmo; sempre atento a observar
tanto seu passado quanto o seu presente a considerar,
anotando cada dado de sucesso mesmo que simplório.

Precisamos cuidar de nosso espírito como a uma empresa:
sabendo categorizar nossos sentimentos
nos seus devidos e certos apartamentos.
Só assim teremos uma vida liberta e não só mais presa.

Por Gigi Pormei

Que Tipo de Trabalho Você Tem Feito por Dentro?

A nossa sociedade tende a enfatizar e valorizar demais apenas o trabalho cotidiano. Não que ele não seja extremamente importante, ainda mais em uma época que o desemprego atinge milhões.

O problema é que pouco se fala a respeito da importância igualmente vital do trabalho que precisamos realizar dentro de cada um de nós.

Eu gosto muito de ir para meu trabalho sempre ouvindo uma palestra em áudio que jogue uma luz sobre questões emocionais e espirituais. Assim, eu aproveito para deixar minha mente processar por alguns instantes do dia, não só as preocupações do trabalho, mas também o que acontece dentro de mim e sobre como está a vida de modo geral.

Acredito que se mais pessoas se permitissem tirar alguns minutos por dia para refletirem mais sobre seus próprios sentimentos e emoções tanto quanto meditam sobre resultados, metas, estatísticas, vendas, compras, caixa, despesas, funcionários, colegas de trabalho e a organização como um todo, sem dúvida o mundo estaria menos caótico.

Não podemos deixar que nossas horas livres sejam apenas para “distrair a mente”, mas também destinar um período para analisar e nos perguntar: e minha vida como está?

Gostou da Poesia de hoje? Então, curta e compartilhe com alguém que precise arrumar um trabalho interior!

Deixe uma resposta