44. Ganância sem Limites

Dicurenses sempre exploraram e produziram para vida belicosa,
então cruzaram o espaço por pedras em perscrutação custosa
e infértil, no entanto, não caíram em desistência e preguiça,
seguindo tal pirata que diante de ilhas sem tesouros, velas iça.
Até que pousaram em Mercúrio e perfuraram com instrumentos
os pedregulhos que serviriam como sobre o sol calçamentos
(ao menos é o que planejaram), mas no miolo detectaram ferro.
Notaram alta tolerância ao calor e após testes num berro
celebraram, pois seus modificadores de vibração moleculares
criaram versão que permitia vida em sóis – itens espetaculares -,
e que ainda virava uma veste para lunares irem lá sem morte,
o que interessou a Solato que tornou sua vingança mais forte.

(Comente e compartilhe meu eBook “Sol e Lua: A Profecia dos Corações Carbonizados” e ajude a divulgar mais a poesia nacional! Ficou na curiosidade? Então continue no Link: https://gigipormei.com/category/meus-livros/sol-e-lua-a-profecia-dos-coracoes-carbonizados/)

Deixe uma resposta