Impulsividade

Eu sou a mais pura impulsividade:
amo fazer o que me dá na telha;
correr sem motivo pela cidade,
brilhar cada dia mais minha centelha.

Não aceito mais amarras,
estou limpa de todo ódio e vergonha.
Quero apenas da vida as maiores festas e farras
sem negar os meus desejos; livre e risonha.

E já não sinto culpa por me querer apenas o melhor,
porque sei que sou minha maior responsabilidade.
Então não me venha com maldade e seu pior:
eu sei dosar meu equilíbrio e loucura com habilidade.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta