Veneno

Há muitas serpentes com seu veneno
sempre à espreita em nosso caminho.
Mal sabem elas, que quanto mais mal desejam, mais pequeno
se torna o próprio mundo delas – cada vez mais cheio de espinho.

Ardilosas e sorrateiras,
passam disseminando todo tipo de maldade
e se divertem espalhando suas asneiras,
com ar de razão e de superioridade.

Mas até para cobra de duas cabeças há fim,
então não tema nenhum chocalho.
Tem aqueles que jogam sementes podres de inveja em seu jardim,
enquanto outros sabem embelezar sua horta até com cascalho.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta