Danos Irreparáveis

Tal como um vaso frágil, podemos sofrer danos irreparáveis
se formos parar em mãos insensíveis e incautas.
Depois não vai haver cola, conserto ou palavras afáveis
que conserte o que se quebrou e do que não foi feito as faltas.

Nem todos sabem respeitar um coração de porcelana.
Muito menos, sabem lidar com carinho com uma alma de seda.
Em um mundo sombrio, violento e cheio de atitude leviana,
coitado de quem é sensível: floco de açúcar entre gente tão azeda.

Mesmo assim, não fique triste como uma xícara sem asa
nem tenha vergonha de si, feito um prato riscado.
Sua fé te levará para a estante certa, a mais correta casa,
onde você ficará com quem te merece, e não te deixará nenhum trincado.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta