De Lagarta à Borboleta

Se comparar meu ontem com meu hoje,
fui do inferno ao céu; de lagarta à borboleta.
Um século em uma década (já lá longe).
Não sou mais o alvo, mas a escopeta.

É no nosso interior que está a maior usina nuclear.
Sua potência pode ser maior do que de um sol.
Basta você andar firme e não mais se ajoelhar
diante de quem só quer ver lágrima em seu lençol.

Quando você mais se sentir lá embaixo,
saiba que é quando você mais alto pode voar.
Por isso não olhe para sua carcaça caindo cabisbaixo:
abrace a transformação, rumo a quem você quer se tornar.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta