Hora de Ir Embora

Será que já chegou sua hora de ir embora?
De dizer adeus para tudo o que a gente viveu?
Será que nada mais é tão importante agora?
Quando foi que minha lua em seu eclipse morreu?

Na sua mala ficou de mim um pedaço.
Me olho no espelho e não mais me reconheço.
Em sua saída as pétalas de minha rosa despedaço.
Todos os pássaros que cantavam em mim emudeço.

Você foi embora e eu fui embora de mim também.
E ainda estou à deriva… me procurando…
tentando achar a esquina onde me perdi – talvez deva ir mais além.
Me sinto num oceano, longe do seu porto; boia sozinha flutuando.

Nunca fui boa com rompimento,
só que a vida nunca me deixou criar nem ninho nem raiz.
Porém, um dia de tanto perambular, vai acabar meu lamento,
assim quando eu trocar por amor este que vive em mim juiz.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta