53. Ética e Determinação

O garoto se desprendeu e a viu indo longe de buraco estável,
questionando-a do porquê de ajudar aquela gente execrável,
pois 47% da face solar já fora absorvida, rumo à condenação.
Amolada, arguiu que deveria purificar e não promover danação.
Silencioso, ele desejou que essa purificação fosse funcional.
Vagaram no deserto ígneo em passo chiado e inconvencional.
Sobre colina, os dois encontraram uma cidadezinha com praia
prestes a enfrentar tsunami e que nunca teve onda dessa laia.

(Comente e compartilhe meu eBook “Sol e Lua: A Profecia dos Corações Carbonizados” e ajude a divulgar mais a poesia nacional! Ficou na curiosidade? Então continue no Link: https://gigipormei.com/category/meus-livros/sol-e-lua-a-profecia-dos-coracoes-carbonizados/)

Deixe uma resposta