Segunda Tela

Quando meu HD mental está cheio abro uma segunda tela.
Assim não importa onde meu hardware esteja,
não me atingem nem falha de energia, nem querela
de quem só sabe espalhar o mal e a inveja.

É cuidando de meus circuitos
que eu duro mais e por mais tempo cheia fica minha bateria.
Mantendo meu software limpo de ódio e ataques gratuitos,
torno blindada minha alma protegida em criptografia.

Nessa outra tela vou para um novo sistema.
Lá está ainda tudo puro, limpo e verdejante.
Não há ruído, travamentos, vírus, nenhum problema.
E meu sinal fica forte e vibrante.

Por Gigi Pormei

2 comentários

Deixe uma resposta