Sem Medo do Amanhã

Você me faz viver sem medo do amanhã,
porque ainda que hoje dê tudo errado,
sei que você volta, para devolver-me à minha mente sã,
que longe de ti fica com seu juízo todo esparramado.

Ao seu lado nem sinto o andar do relógio dos ponteiros,
e o calendário é apenas na parede uma decoração.
E mesmo que a velhice me abrace no passar dos anos sorrateiros,
não me preocupo, pois não envelhece nunca nossa união.

E como seria ótimo ter do tempo uma máquina
apenas para voltar toda vez ao dia que nos conhecemos.
Assim, tudo ficaria eterno e o destino traquina
nunca que iria separar nosso amor que amadurecemos.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta