Poço sem Fundo

Muitos são como um poço sem fundo:
vazios, incompletos, pura escuridão.
E quando possuem alguma água, já é líquido imundo,
contaminado por sentimentos impuros e devassidão.

Invejam os outros que têm água pura,
mas ficam inertes, esperando que alguém lhes dê ajuda.
Com isso se afogam no vazio de sua amargura,
pois não sabem que forte é aquele que a si mesmo se acuda.

Rodeados pelo desleixo e abandonados,
até de corda e balde carecem.
Culpam os outros por serem mais bem cuidados,
mas dos que tentaram lhes reformar se esquecem.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta