59. Oportunidade Prazerosa

Deduziu que os radares de Dicuro faziam um diagnóstico
sobre mudanças críticas e irritou-se com o estudo pernóstico,
pois o rei ganancioso até o último minuto à luta ir queria.
Em outros monitores viu bombas para romper a lunar pedraria.
Pequenas, cabiam várias em nave e lançadores – boa economia
aos simuladores de devastações –, segundo Luniel, ignomínia.
Os inspetores checavam câmeras nas bombas embutidas
para filmar estrago; e ela quis detonar com magias permitidas
aquele maquinário infernal, começando com murro no painel,
e Lapilli saltou da trouxa sem ela ver, atuando igualmente cruel.

(Comente e compartilhe meu eBook “Sol e Lua: A Profecia dos Corações Carbonizados” e ajude a divulgar mais a poesia nacional! Ficou na curiosidade? Então continue no Link: https://gigipormei.com/category/meus-livros/sol-e-lua-a-profecia-dos-coracoes-carbonizados/)

Deixe uma resposta