Nossa Cruz

Todos sabemos o peso de nossa cruz.
Mas cabe a cada um se aguenta carregar mais quilos;
se suporta o prego da arrogância que lhe seduz,
rasgando sua pele e lhe castigando por todos os vacilos.

Depende de cada um se vai continuar a caminhar.
Suas costas doídas inclinadas, seus pés ensanguentados
perfazendo as trilhas das decisões que teve que tomar,
esperando não ter seus simples sonhos julgados.

Mas poucos sabem que são eles mesmos a tornar tudo pior:
colocando muito mais metros de madeira
toda vez que não é de sua própria jornada senhor,
e sua vontade pessoal sob o peso alheio se torna prisioneira.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta