Ninguém Esconde um Gigante

Pode tentar, mas ninguém esconde um gigante.
Não vá me cobrir debaixo de suas palavras de maldade,
nem coloque na minha frente sua mentira delirante.
Pare de cavar em meu caminho buracos de dificuldade.

Quanto mais você me rebaixa, mais eu cresço.
Não sou mais uma formiga em sua mão.
Quanto mais você tenta me ocultar, mais apareço.
Você não é mais da minha vida a única direção.

Meus ouvidos estão para sua língua de serpente surdos.
Meus olhos já veem através de sua sombra repugnante.
Minha régua agora é outra e não aceita mais seus absurdos.
Meu tamanho é demais para sua caixinha de fósforo insignificante.

Minha grandeza já rompeu seu telhado.
Fique aí chorando nos escombros de sua arrogância.
Para trás, deixo sua falsidade chorando em chão molhado.
Olho com admiração para de minhas grandes pegadas a elegância.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta