Murro em Ponta de Faca

Cansei de dar murro em ponta de faca.
Se tenho baixa tolerância para o fracasso,
então venha aqui no meu lugar e faça
o mesmo que fiz; dê meu mesmo passo.

Aí você verá que nada nunca foi fácil,
e que o caminho que suportei,
é uma tortura inesgotável e indócil,
e que teve um porquê sim toda lágrima que chorei.

Não brinque com dos outros os sentimentos.
Quem é que te deu essa toga de juiz?
Para de me condenar, de me impor seus sentenciamentos.
Nessa vida todos somos ainda um aprendiz.

Só peço que respeite meu cansaço.
Também é uma escolha digna desistir.
Só quero para respirar de novo um espaço.
Enquanto a frustração bate em mim, eu vou é sorrir.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta