Rindo no Meio do Inferno

Não sei onde acho tanto humor,
mas continuo rindo no meio do inferno.
Já vi tanto sofrimento que não me assusto mais com dor;
que já vejo até na tristeza um olhar doce e terno.

Meu perfume é feito de lama.
Minhas joias são de cristais de lágrimas.
Aprendi a transformar em vantagem o mal que me escama.
Mesmo no pior, não me juntarei ao coro de reclamações de outras vítimas.

Converti minhas gargalhadas em exemplo
para todos que querem uma outra opção,
além de prestar culto no dos perdedores templo,
É nossa alegria que vencerá esses demônios e sua corrupção.

Pois são eles que querem nos atrapalhar;
nos encher de prejuízos e que sejamos seus brinquedos.
Só que se você não roubarem sua felicidade os deixar,
então, serão eles que de nós terão medo.

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta