83. Infecção

Cobriu o nariz, e Lapilli a avisou sobre o ambiente infectado.
Já os cientistas não notaram que ali fora pelos dois penetrado.
Checou salas pelo mago, mesmo que lhe tombasse o queixo
como a da chapa com narizes dentro e longos que nem seixo.
Tirou-os de lá com pena, deparando-se com corpos pálidos
e narizes gigantes e nessa hora militares com fuzis cálidos
tentaram a alvejar, mas sufocados, desistiram, saindo com tosse.
Quis levá-los, porém, Lapilli falou que era fora de sua posse,
pois só os narizes deles funcionavam para respirar impurezas
e testar o quanto do vírus respirariam sem fraquezas.

(Comente e compartilhe meu eBook “Sol e Lua: A Profecia dos Corações Carbonizados” e ajude a divulgar mais a poesia nacional! Ficou na curiosidade? Então continue no Link: https://gigipormei.com/category/meus-livros/sol-e-lua-a-profecia-dos-coracoes-carbonizados/)

Deixe uma resposta