88. Regras e Proibições

Era uma lista com uma série de não podia isso e nem aquilo,
como se fossem ficar paradas, sendo agitadas tal jovem esquilo
e portanto, o “professor” andava com chicote para insolente.
Outras crianças trabalhavam vigiadas por militares atentamente
ou treinavam segurando armas para os desfiles com cadências.
Nas tendas também estudavam como ter boas procedências
ao passo que eram filmadas e as fitas aos pais expedidas
para trabalharem na lua, se não as quisessem “desvolataídas”,
ou seja, “cobaias”, pesadelo que os fazia penar para valer.
Porém, um quarteto pôs a ordenança a enfim se contorcer
ao cegarem os soldados com tintas, divertindo a molecada,
e foram até um túnel no muro cavado na noite retrasada.

(Comente e compartilhe meu eBook “Sol e Lua: A Profecia dos Corações Carbonizados” e ajude a divulgar mais a poesia nacional! Ficou na curiosidade? Então continue no Link: https://gigipormei.com/category/meus-livros/sol-e-lua-a-profecia-dos-coracoes-carbonizados/)

Deixe uma resposta