O Band-aid e a Ferida

Na pele conversavam o band-aid e a ferida.
Band-aid: “Por que ela se corta tanto?”
Ferida: “Sou o resultado de quando ela chora por todo canto.
Uma vida bagunçada, sem tempo para ser resolvida.”

Ferida: “Toda vez que ela cutuca as lembranças mais doloridas,
eu aumento e você é ainda mais necessário.”

Band-aid: “Viver assim é um modo muito otário.”
Ferida: “Ainda bem que ela se deixa ser tão sofrida.”

Band-aid: “Como você pode a culpar?”
Ferida: “Logo toda a pele dela se irá e nós estaremos por toda parte.”
Band-aid: “Mas ajudar é a minha melhor arte.”
Ferida: “Ninguém ajuda a quem não se defende e só sabe se arrebentar.”

Por Gigi Pormei

Deixe uma resposta